Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/07/21 às 17h39 - Atualizado em 30/07/21 às 17h43

Parque Ecológico de Santa Maria traz qualidade de vida para moradores

COMPARTILHAR

 

 

Foi entregue nesta sexta-feira, 30, pelo Governo do Distrito Federal, as primeiras obras previstas para a implantação do Parque Ecológico de Santa Maria. A ação se deu por meio da Secretaria do Meio Ambiente e do Instituto Brasília Ambiental. As benfeitorias na unidade de conservação (UC) foram realizadas com recursos de compensação ambiental, no valor de R$ 492 mil, oriundos da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap).

 

“Temos conseguido melhorias em vários parques que já são de uso, como ocorreu ontem com o Burle Marx e hoje estamos aqui, em Santa Maria. O importante é que a gente dê conforto à população. Ela não vive só de obras, mas também do lazer e é justamente dentro dessa perspectiva que estamos, por determinação do governador Ibaneis Rocha, criando e revitalizando Unidades de Conservação” afirmou o secretário do Meio Ambiente, Sarney Filho.

 

Entre os equipamentos que a unidade passa a contar, estão parque infantil, Ponto de Encontro Comunitário (PEC), quadra de areia, quadra poliesportiva, pergolado ao ar livre, conjunto de lixeiras, bancos de concreto sem encosto moldados in loco e mesa de concreto com bancos. Com a entrega, serão beneficiados 120 mil moradores.

 

 

Presente na cerimônia, o governador Ibaneis Rocha destacou o trabalho realizado e a motivação para essas ações. “É um parque que conta com a participação de diversos órgãos trabalhando em conjunto para trazer melhorias. Com prazo de 100 dias para a entrega dessa primeira etapa, já ficamos felizes em ver crianças e jovens se divertindo”, disse.

 

Localizado na Quadra Central 1 da Região Administrativa de Santa Maria, o parque também passa a ter pórtico de entrada, guarita e pista de caminhada e corrida. O espaço será uma nova opção de lazer, convivência e contato com a natureza para os moradores.

 

O presidente em exercício da Terracap, Leonardo Mundim, explica que as obras realizadas no Parque Santa Maria fazem parte de um acordo entre a Terracap e o Brasília Ambiental para pagamento de compensação ambiental dos empreendimentos da Agência no DF.

 

 

“Quinze parques serão beneficiados nos próximos anos. A Terracap pretende pagar algo em torno de R$ 30 milhões em compensação ambiental, tudo revertido em benefício para a população do Distrito Federal”, antecipa.

 

O presidente do Instituto Brasília Ambiental, Cláudio Trinchão disse que as intervenções no Parque Ecológico de Santa Maria representam mais uma importante conquista para esta gestão. “É uma demanda antiga da região que está sendo atendida pelo governo atual através da parceria entre a Sema, o Brasília Ambiental e a Terracap. Seguimos trabalhando para garantir toda a infraestrutura necessária nas unidades de conservação geridas pelo instituto, sempre priorizando a preservação dos espaços ecológicos e o bem-estar da população“.

 

O Parque Ecológico Santa Maria foi criado pela Lei nº 2.044/1998 e recategorizado em 2019. Possui atributos ambientais sensíveis como campos de murundus, vegetação típica do Cerrado facilmente inundável na época das chuvas. Por essa razão, o Plano de Manejo da unidade visou garantir o uso do espaço sem causar prejuízos à biodiversidade.

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria do Meio Ambiente