Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/04/21 às 15h57 - Atualizado em 5/05/21 às 13h50

SISDIA é tema de reunião da Comissão Distrital do ZEE

COMPARTILHAR

A Comissão Distrital do Zoneamento Ecológico Econômico do DF foi marcada pela apresentação do SISDIA

 

 

A Comissão Distrital do Zoneamento Ecológico Econômico do DF, que teve a sua primeira reunião do ano nesta quarta-feira (28.4), foi marcada pela apresentação do Portal do SISDIA – Sistema Distrital de Informações Ambientais, que será lançado amanhã pela SEMA.

 

A função da comissão, presidida pelo secretário da Sema, Sarney Filho, é avaliar e monitorar a regulamentação da Lei do Zoneamento Ecológico Econômico do DF-ZEE e depois o seu monitoramento e revisão em 10 anos.

 

O SISDIA está previsto no artigo 43 do ZEE como um projeto pioneiro no Brasil ao inovar com uma biblioteca de dados espaciais e com os módulos especialistas que darão suporte direto à tomada de decisão, seja nos instrumentos de planejamento ou nos atos de gestão.

 

De acordo com a subsecretária da SUGAT, Maria Silvia Rossi, coordenadora do projeto, a biblioteca de dados sobre o meio ambiente será entregue agora. “Já os módulos especialistas, mais complexos, ficarão prontos no final do ano ou começo do ano que vem, e serão o segundo bloco de entregas do SISDIA”, explicou.

 

 

Serão contratados pelo Projeto Citinova/Sema um módulo especialista de Sustentabilidade em projetos urbanos; o E-normas (espacialização de normas ambientais/territoriais que incidem no DF) e um Big Data. “Avançando com o módulo, conseguiremos extrair novos conhecimentos dos dados e informações que temos, como tendências de grilagem de terras, antes que aconteçam” disse. Será ainda contratado ao longo do ano o modulo especialista de monitoramento e controle do território (com o sistema de alertas territoriais de mudança do uso do solo, por imagens satélites).

 

A Comissão Distrital voltará a se reunir em novembro. “Até a próxima reunião, o secretário Sarney Filho quer envolver as demais áreas do governo para regulamentar artigos do ZEE que são afetos a outras secretarias. O importante é não perder os prazos de outras regulamentações”, destacou.

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria do Meio Ambiente