Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/06/21 às 16h35 - Atualizado em 11/06/21 às 20h45

Divulgado edital para contratação de 150 brigadistas florestais

COMPARTILHAR

 

A Secretaria de Meio Ambiente (Sema), coordenadora do Plano de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais no Distrito Federal (PPCIF-DF) anunciou, nesta sexta-feira, (11/6), a publicação, no Diário Oficial, do edital que estabelece as regras do processo seletivo simplificado para a contratação temporária de 150 brigadistas de combate a incêndios florestais. As inscrições ocorrem entre 21 e 28 de junho, online e gratuitas. O processo também envolve formação de cadastro reserva. O PPCIF é executado em parceria com o Instituto Brasília Ambiental, responsável pela contratação dos brigadistas e cerca de 17 outros órgãos públicos.

 

De acordo com o secretário da pasta, Sarney Filho, a publicação do edital vinha sendo aguardada desde que entrou em vigor, no início de março, o Decreto de Emergência Ambiental, assinado pelo governador Ibaneis Rocha. “Assim, é possível contratar os brigadistas florestais a tempo de atuar na prevenção e não apenas no combate aos focos de incêndios. A antecipação do decreto permite o melhor planejamento das ações que, no ano passado, apresentaram ótimos resultados com a queda de 50% no número de ocorrência de incêndios florestais em parques e unidades de conservação”, afirma.

 

A coordenadora do PPCIF na Sema, Carolina Schubart, explica que a contratação dos brigadistas antes do período crítico da seca permite que que eles possam atuar também com foco na prevenção de ocorrências, na vigilância e na observação das unidades de conservação, por exemplo. “A ideia é ampliar a presença do estado, inibindo crimes ambientais e realizando outras importantes ações preventivas, como a abertura de aceiros e o cercamento de áreas e em atividades de educação ambiental”, diz.

 

O superintendente de Administração Geral do Brasília Ambiental, Ricardo Roriz, informa que a previsão é que o resultado do processo seletivo seja divulgado no dia 6 de julho e que o trabalho seja iniciado em meados do mesmo mês.

 

Vagas – São seis vagas para supervisores e 24 para chefes de brigadas e 120 para brigadistas florestais combatentes. A remuneração varia de R$ 2.200 a R$ 3.500. Em todos os cargos é exigido diploma ou declaração de participação em curso de Formação de Brigada de Combate a Incêndio Florestal, sendo que para os cargos de chefe de brigadas e supervisores, é necessário, ainda, certificado ou diploma de conclusão do ensino médio e carteira de habilitação no mínimo “B”. Já para os brigadistas florestais combatentes, um dos pré-requisitos é ser alfabetizado.

 

Confira aqui e confira o edital

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria do Meio Ambiente