Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/11/17 às 19h00 - Atualizado em 28/11/17 às 19h01

Secretário entrega compromisso do DF com governança das mudanças climáticas

COMPARTILHAR

Carcius Santos entregou carta do governador Rodrigo Rollemberg renovando o comprometimento do DF com o clima e a produção de energia renovável no Pacto Global de Prefeitos

 

(Brasília, 28/11/2017) – O secretário do Meio Ambiente, Carcius Santos, participou nesta terça-feira (28), em Recife, do Café́ da Manhã e Ação dos Prefeitos pelo Clima, na sede do Sebrae-Pernambuco, como representante do governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg. Na ocasião entregou o documento em que assume os novos compromissos com o Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e a Energia, bem como a renovação dos compromissos das cidades engajadas no Compact of Mayors.

Carcius Santos na Plenárias de Prefeito pelo Clima e Energia

 

Como representante do Distrito Federal, Santos assumiu o engajamento com a ação climática e a produção da energia alternativa. E o fez ao anunciar as ações que já estão em curso no Distrito Federal para enfrentar as mudanças climáticas.

“O DF já tem seu inventário de emissões, que em breve será atualizado pela Secretaria de Meio Ambiente (Sema)”, antecipou. “Objetivos ambiciosos, mensuráveis e com limite de tempo para reduzir ou limitar as emissões, assim como visões e metas para a adaptação, serão alvos do Fórum do Clima que se iniciou nesta terça-feira (28) em Brasília por diretrizes para marcos legais e instrumentos políticos, a exemplo do Fórum Permanente pelo Clima, que será proposto ao governador”.

O secretário lembra ainda que o acesso à energia sustentável já está sendo construído no DF pelo Programa Brasília Solar. Há casos já realizados, como em uma estação do Metrô. E há projetos como a solarização do Palácio do Buriti e da Escola de Governo – já anunciado pela Secretaria de Planejamento.

O Zoológico de Brasília já recebeu as placas fotovoltaicas e existem e os projetos executivos para solarização de quatro escolas públicas de grande porte. “São exemplos desse início efetivo do DF nesse item do acordo com os prefeitos”, salientou o secretário. “Já o plano de mitigação e adaptação também se inicia efetivamente com o Fórum Clima e o DF assina esse pacto já com seu dever de casa bem iniciado”, concluiu ao entregar o documento já assinado pelo governador.

Ao mesmo tempo, em Brasília, o governo realiza o Fórum do Clima, que contou nesta terça-feira com a presença de aproximadamente 400 pessoas, que lotaram o auditório Águas Claras no Centro de Convenções. Seis painéis foram realizados, com a presença de técnicos e lideranças dos movimentos sociais. Temas como a necessidade da governança climática foi o tema da mesa de abertura.

A caracterização econômica da população do DF, a contribuição local para o aquecimento global e as vulnerabilidades às mudanças climáticas foram discutidos, assim como o conceito de plano de adaptação às alterações do clima.

Nessa quarta-feira (29) prossegue o Fórum do Clima com duas sessões de debate pela manhã e um painel à tarde. Ao final, será realizada uma plenária para a deliberação sobre a minuta de decreto para a Criação do Fórum Distrital de Mudanças Climáticas.

Se quiser, você pode ver a programação completa.

 

Aliança

O Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e a Energia (GCoM) é o resultado da fusão do Compact of Mayors e o Covenant of Mayors, tornando-se a maior aliança global de cidades e governos locais voluntariamente comprometidos com a luta contra as mudanças climáticas para reduzir seus impactos inevitáveis e facilitar o acesso à energia sustentável e acessível para todos.

O objetivo desta coalizão é apoiar cidades no estabelecimento de planos voluntários para combater as mudanças climáticas e implementar ações. Para atingir esses objetivos, o Pacto Global de Prefeitos pelo o Clima e a Energia na América Latina apresenta uma estrutura de governança composta por atores de diferentes setores, incluindo as instituições fundadoras das duas iniciativas originais e bancos regionais de desenvolvimento.

Como ação voluntária, o Pacto Global de Prefeitos pelo o Clima e a Energia está́ aberto a todos os governos locais democraticamente eleitos no mundo, independentemente da sua localização ou tamanho populacional.

A iniciativa está no âmbito da 72ª Reunião Geral da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e do 12º Encontro do Fórum de Secretários de Meio Ambiente das Capitais Brasileiras (CB27). O café da manhã é organizado pelo Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e a Energia na América Latina e Caribe.