gototop
SEMA
FacebookYoutubeFlickrTwitter
Vlibras Aumentar Contraste Cores Originais
Terça, 13 Junho 2017

Virada será evento preparatório do Fórum Mundial da Água

 

Notícias

Evento mundial foi debatido na quarta reunião do comitê criativo por ambientalistas que estão participando da organização

(Brasília, 13/6/2017) – A Virada do Cerrado de 2017 será um evento preparatório para o Fórum Mundial da Água de 2018, que acontecerá em Brasília. O evento mundial foi o tema debatido na quarta reunião do comitê criativo que aconteceu na manhã desta terça-feira (13) no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. “É importante que as pessoas tomem conhecimento do que vai acontecer no fórum para que a Virada possa ser um bom evento preparatório”, comentou a subsecretária de Educação e Mobilização Socioambiental da Secretaria do Meio Ambiente (Sema-DF), Gabriela Barbosa Batista.

O superintendente de Implementação de Programas e Projetos da Agência Nacional de Águas (ANA) e diretor executivo do fórum, Ricardo Andrade, e a coordenadora de Capacitação da ANA, Taciana Leme, falaram sobre o processo cidadão do evento, que faz parte de uma das comissões de organização juntamente com os processos temático, político e regional.

O processo cidadão está dividido em três etapas: antes, durante e depois.

Antes: mobilização, formação e engajamento (mapeamento e interlocução, consulta pública, pré-fórum)

Durante: várias formas de participação (juventudes, mulheres, indígenas, educadores, ONGs)

Depois: legado (soluções baseadas em processos naturais)

A etapa do antes tem estimulado a participação dos cidadãos para elaborar os debates do encontro. A consulta pública Sua Voz é uma ferramenta on-line inédita, que irá atrair cerca de 30 mil representantes de mais de 100 países para a capital federal.

O interessado pode optar por seis temas: clima, desenvolvimento, ecossistemas, finanças, pessoas e urbano. Não há necessidade de nenhum título ou conhecimento específico na área para participar. Os questionamentos e soluções, que podem ser feitos em até 90 idiomas dentre os mais falados no mundo, serão moderados, e os mais relevantes e recorrentes integrarão os debates do fórum.

Ricardo Andrade ressalta que o evento é uma oportunidade para a população discutir o uso e gestão da água com políticos, empresas e especialistas no tema. “O fórum tem a importância de debater temas do dia a dia, como a dicotomia vivida pelo Brasil com excesso de água em alguns lugares e a falta em outros. Será uma oportunidade para trazer essas discussões à mesa”, conta. “E essa é a grande nuance: não é um evento científico. Não terá somente cientistas, pesquisadores e acadêmicos”, completa Andrade.

Fórum Alternativo

O presidente da Alternativa Terrazul, Pedro Ivo Batista, falou sobre o Fórum Alternativo Mundial da Água, que será realizado simultaneamente ao evento principal. O tema será Água é direito, não mercadoria e será organizado por movimentos sociais, sindicais e ambientais. O objetivo do grupo é dialogar com o evento oficial, mas sob outra perspectiva.

O local para sediar o fórum alternativo ainda não está definido. “Queremos debater a temática em uma abordagem da água como direito fundamental e para todos, fora da esfera privada”, reforçou Batista.

O governo de Brasília apoiará o evento. “Temos todo interesse em garantir que essa temática seja abordada de forma diversa e em todos os setores da sociedade”, disse o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, em uma reunião com o grupo na última sexta-feira (9).

Formado por cerca de 50 entidades, o fórum alternativo reúne sindicatos, movimentos populares, ambientalistas, universidades e igrejas. O comitê do movimento, lançado na semana passada, foi apresentado em uma reunião na Universidade de Brasília (UnB).

Mais informações:

E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Telefone: (61) 3214 - 5611

Com informações da Agência Brasília, do Fórum Mundial da Água e do Portal Brasil. 

Leia mais:

Grilagem de terras é o maior problema ambiental do DF

Virada realiza oficina sobre água virtual e pegada hídrica

Virada começa com debate sobre uso da água

Da esquerda para direita: Pedro Ivo Batista, Ricardo Andrade e Taciana Leme. Foto: Murilo Lins/Sema-DF. 

VOCÊ ESTÁ AQUI: