Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/08/19 às 16h37 - Atualizado em 17/09/19 às 18h30

Motoristas serão alertados sobre a proibição e os perigos da queima de lixo e de resto de poda, principais causas de incêndio no DF

COMPARTILHAR

 

Cerca de trinta alunos do Centro de Ensino Fundamental (CEF) Nossa Senhora de Fátima, de Planaltina, participam, nesta sexta-feira, (30/08), da última Blitz de Prevenção aos Incêndios Florestais de 2019. A mobilização ocorrerá das 08h às 12h, no Posto Itiquira, na BR 020, Km 21, Planaltina, Brasília/DF.

 

Na região se localiza a Estação Ecológica de Água Emendadas, que no ano passado se tornou o sexto lugar do mundo e o primeiro da América Latina a receber o Escudo de Água e Patrimônio do Conselho Internacional de Monumentos e Sítios (Icomos-Holanda).

 

O objetivo da blitz é conscientizar e alertar os motoristas sobre a proibição e os perigos da queima de lixo e de resto de poda, principais causas de incêndio florestal no DF.

 

O trabalho é do Grupo Executivo do Plano de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais do Distrito Federal (PPCIF) é coordenado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA). As blitz realizadas a partir de março ocorreram nas áreas de preservação mais vulneráveis ao fogo no DF.

 

As ações contam com a participação da SEMA, IBRAM, IBGE, JBB, Marinha, Aeronáutica, BPMA, CBMDF, IBAMA, ICMBio, PRF, CAESB, além dos alunos do CEF.

 

Dentre as ações coordenadas pela Sema em 2019 com o objetivo de conservação do Cerrado e da qualidade de vida da população do Distrito Federal, estão  a realização de Campanha Publicitária em Redes Sociais e canais de rádio e tevê; de 500 Km de aceiros na Área de Preservação Ambiental (APA) Gama e Cabeça de Veado e em parques do DF e;  contratação de 100 brigadistas. Além da instalação de reservatórios, totalizando mais de 140 mil litros, na pista de pouso e decolagem de aviões do Corpo de Bombeiros na Floresta Nacional de Brasília, Estação Ecológica do Jardim Botânico de Brasília e Área Alfa da Marinha.

 

Houve também o investimento na capacitação de 160 representantes de instituições parceiras do PPCIF em quatro cursos e de produtores rurais das regiões de Brazlândia, São Sebastião, Planaltina e Pipiripau, com distribuição de abafadores e a confecção de material de divulgação do Plano e de educação ambiental para distribuição à população.

 

Secretaria de Meio Ambiente (SEMA)

Assessoria de Comunicação Social