Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/04/21 às 15h27 - Atualizado em 12/04/21 às 15h27

Liderança Climática do DF é reconhecida com Medalha de Aliança Global

COMPARTILHAR

 

Em uma carta encaminhada ao Escritório de Assuntos Internacionais para o Governador Ibaneis Rocha, o Global Covenant of Mayors for Climate & Energy (GCoM) comunicou que Brasília está entre as cidades que receberam a medalha de “MITIGAÇÃO” das mudanças climáticas, pelo estabelecimento de metas de redução das emissões de gases de efeito estufa (GEE).

 

O GCoM é um pacto global composto por mais de 10.500 governos locais de seis continentes, representando mais de 900 milhões de cidadãos em todo o mundo, que voluntariamente estão comprometidos com o combate às mudanças do clima. Ao Governador, o GCoM afirmou que “Seu compromisso ativo para uma ação climática ambiciosa faz parte de uma resposta histórica e poderosa das cidades do mundo para enfrentar a crise climática. À medida que Brasília implementa seus compromissos climáticos, seu progresso é reconhecido por um sistema de medalhas compartilhadas com a comunidade global”.

 

A política de enfrentamento às mudanças do clima no DF, estruturada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente, tem como meta a elaboração da Contribuição Distritalmente Determinada (CDD) para o Acordo de Paris, conjunto de compromissos de mitigação e adaptação adotados voluntariamente pelo Governo do Distrito Federal.

 

O secretário do Meio Ambiente, Sarney Filho, reforçou que a medalha é fruto do processo de implantação pelo governo do Distrito Federal de instrumentos de gestão seguindo as melhores práticas internacionais na área da mudança do clima. “A SEMA, após organizar e publicar o inventário de emissões de gases de efeito estufa do Distrito Federal, elaborou dois Planos distritais para mitigar as causas (Plano de Mitigação) e para melhor se adaptar aos efeitos adversos (Plano de Adaptação) da Mudança Global do Clima” , destacou o secretário.

 

A Chefe do Escritório de Assuntos Internacionais, Renata Zuquim, lembrou que o Distrito Federal foi a primeira unidade da Federação a elaborar uma contribuição determinada para ser alinhada ao Acordo de Paris. Ela observou, ainda, que o clima global está mudando rapidamente e que os impactos são sentidos mais profundamente nas comunidades locais.

 

“As cidades e governos locais são agentes de mudança positiva e líderes na ação climática, e, Brasília, como capital do país, serve de exemplo”, destacou Zuquim.

 

Vale lembrar que a “ação contra a mudança global do clima” e a manutenção da “vida terrestre” são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável 13 e 15 da Agenda 2030 da ONU, que também está incluída no Plano Estratégico do Governo do Distrito Federal.

 

Tais ações foram apoiadas com financiamento através do Projeto CITinova (Planejamento Integrado e Tecnologias para Cidades Sustentáveis), do Global Environment Facility – GEF, coordenado nacionalmente pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, executado pela Secretaria do Meio Ambiente/ do GDF, com o apoio do PNUMA e CGEE.

 

Para mais informações sobre o planejamento da ação climática do GDF, acesse:

Inventário do Clima
Consulta Pública
Plano de Adaptação
Plano de Mitigação